O que é fome oculta? Saiba se você sofre com esse mal

fome oculta

Compartilhe

A síndrome que atinge cerca de uma a cada quatro pessoas no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde, é chamada de fome oculta. A patologia é silenciosa e enfraquece o organismo aos poucos. Por isso, é importante ter conhecimento sobre o assunto, analisar os sintomas e saber se você ou as pessoas próximas possuem a doença. Continue acompanhando o artigo e entenda.

O que é fome oculta?

A doença é caracterizada pela carência de determinados nutrientes essenciais ao corpo. Pode causar alterações fisiológicas pouco perceptíveis que, geralmente, não são detectadas em exames comuns de rotina. A fome oculta é o primeiro sinal antes do surgimento de sintomas mais graves da falta de minerais e vitaminas, como a desnutrição e outras enfermidades relacionadas à sua alimentação.

Por falar em alimentação, a fome oculta é desenvolvida justamente pelas escolhas pouco saudáveis que o paciente faz ao se alimentar. Mesmo que seja realizada a quantidade de calorias corretas para o seu metabolismo, é importante ficar de olho nos nutrientes presentes em cada alimento. A falta de uma substância pode prejudicar todo o funcionamento do seu corpo.

Quais são os sintomas?

Apesar de ser difícil identificar, um profissional especializado consegue verificar alguns sintomas. A síndrome da fome oculta compromete o sistema imunológico e o processo de metabolismo. Ainda, o volume das defesas antioxidantes e o desenvolvimento físico e mental da pessoa. Além disso, provoca uma dificuldade em se manter saciado mesmo após uma refeição, cãimbras, contração muscular. E outros sintomas, como cansaço, irritabilidade, obesidade e outros problemas.

É importante ressaltar que, no caso da pessoa que sofre com a obesidade, a deficiência de vitaminas também pode ser uma realidade. O sobrepeso pode indicar desnutrição. Por isso, todos devem cuidar e investir na saúde.

Principais substâncias que causam a doença

  • Ferro: na falta dessa substância, o sistema imune fica mais fraco e causa anemia;
  • Iodo: pode provocar fadiga nos músculos, ansiedade, problemas na audição e no desenvolvimento;
  • Vitamina A: causa alterações na visão;
  • Zinco: a falta desse mineral provoca o mau funcionamento da tireoide, ressecamento da pele, unha e cabelo, infertilidade, problemas de memória e alterações no sistema nervoso.
  • Vitamina D: provoca osteoporose, problemas no sistema circulatório e diabetes.

Tem tratamento para a síndrome?

Sim. É preciso sempre realizar o acompanhamento com um médico especializado no assunto. Assim, ele poderá entender o funcionamento do seu organismo, identificar as vitaminas e os minerais deficientes e indicar o melhor tratamento.

Geralmente, são utilizados os suplementos vitamínicos e reeducação e diversificação alimentar para melhorar os níveis de determinados nutrientes. Esse processo evita a evolução da doença e o desenvolvimento de sérias complicações.

Faça um check-up com um nutrólogo e previna-se. Além disso, procure se alimentar da forma adequada, variando o cardápio com opções de legumes, verduras e frutas in natura, preferencialmente.

Restou alguma dúvida sobre a síndrome da fome oculta?Entre em contato e conte com a equipe da Clínica Schunk. Estamos preparados para te ajudar a cuidar da saúde e promover a sua qualidade de vida e bem-estar.

E se gostou das dicas, não esqueça de compartilhar este artigo em suas redes sociais.

Compartilhe

Trackback URL: https://drwesleyschunk.com.br/o-que-e-fome-oculta/trackback/